JONAS ENGOLIDO PELA BALEIA E SALVO PELA ABOBOREIRA
4.9 (98.61%) 201 votos
- ANTIGO TESTAMENTO, PROVOCAÇÕES

JONAS ENGOLIDO PELA BALEIA E SALVO PELA ABOBOREIRA

Jonas engolido pela baleia. Uma história bem conhecida na Bíblia é a saga de Jonas e sua missão dada por Deus: evangelizar em Nínive para salvar as pessoas daquela cidade “E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.” Jonas 1:1,2. Mas ele não queria ir, desobedeceu a ordem do Senhor e tentou por várias vezes fugir do chamado. Por fim foi jogado no mar e Deus usou uma baleia que engoliu Jonas e o levou até a cidade. Mas existe outra história no livro de Jonas que é a história da aboboreira, a história de Jonas e aboboreira.

O livro relata que após ter sido levado a Nínive, Jonas fez sua pregação, converteu o povo da cidade e eles se afastaram do mau caminho. Assim o Senhor decidiu por não castigar as pessoas pois se arrependeram das suas maldades “E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha anunciado lhes faria, e não o fez.” Jonas 3:10. Surpreendentemente Jonas ficou irritado por Deus ter perdoado a cidade e começou a reclamar com o Senhor dizendo que já sabia que Ele ia perdoar os pecadores, que é amoroso e tem compaixão “E orou ao Senhor, e disse: Ah! Senhor! Não foi isso que eu disse … pois sabia que és Deus compassivo e misericordioso, longânimo e grande em benignidade, e que te arrependes do mal.” Jonas 4:2. Você deve estar pensando ‘mas isso não é bom? Deus ser misericordioso’. Não para Jonas, como bom judeu ele queria ver a ira de Deus cair sobre aquele povo e não seu amor e perdão, ele ficou bravo pois o que ele desejava  mesmo era que Deus destruísse a cidade. Mas calma essa história não é para dizer que judeu é mau e não tem amor, o objetivo do texto é outro:

Segundo o texto, com ódio Jonas saiu da cidade, subiu a um monte e sentou-se, envolto em sua amargura. Então o Senhor fez nascer uma aboboreira onde Jonas estava e ela subiu pelo lado dando sombra a ele “E fez o Senhor Deus nascer uma aboboreira, e ela subiu por cima de Jonas, para que fizesse sombra sobre a sua cabeça, a fim de o livrar do seu enfado;” Jonas 4:6. Assim Jonas ficou feliz com a sombra e adormeceu, porém no dia seguinte Deus mandou um bicho que comeu o pé da abóbora e ela secou. Por fim Jonas ficou descoberto mais uma vez e reclamou novamente. Neste momento Deus disse a Jonas: você se compadece desta aboboreira a qual não plantou e nem cuidou, quanto mais Eu devo me compadecer de Nínive uma cidade que eu construí, cuidei e vi crescer e não devo pensar na ignorância das pessoas que lá vivem e não sabem separar o bem do mal? “E não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que estão mais de cento e vinte mil homens que não sabem discernir entre a sua mão direita e a sua mão esquerda, e também muitos animais?” Jonas 4:11.

O livro de Jonas não é uma linda história de um milagre do Senhor que deixou uma pessoa viva dentro de um peixe ou do poder de Deus que se sobrepõe a vontade do homem. O objetivo do livro é dar um puxão de orelhas nas pessoas que gostam de reclamar, aquelas que se está sol reclama da falta de chuva e se chove quer o sol. Se está calor quer o frio e se está frio quer o calor. Estas pessoas que estão sempre esperando que tudo esteja encaixado e bem arrumado para então começar a trabalhar, a fazer algo. Estas que esperam que esteja tudo perfeito para então tomar uma atitude ou começar uma mudança. No ano que vem eu começo. Assim que eu me formar eu faço. Quando eu for promovido te ajudo. Logo eu termino e então te visito. Se ganhar na sena ajudo os pobres.

Temos que aceitar nosso chamado e ouvir a Voz do Senhor, se Ele te chamou, ouça! Não espere que a situação esteja propícia, que as condições sejam melhores, que o tempo esteja adequado, que o dinheiro seja suficiente. Não tem carro, vá de ônibus. Não tem espaço, faz na rua. Não sabe falar, abrace. Que condições Jesus tinha? Ele era um mendigo que vivia pelas ruas da Galiléia sem força (sociopolítica), sem contatos e sem dinheiro, que andava com pobres e rejeitados. Porém Ele fez a maior revolução da história da humanidade sem usar seu Poder ou sua Divindade, sem usar nada além de amor. Amor este, a todas as pessoas sem distinção de nada. Devemos seguir a Jesus, pois como disse Nosso Senhor “Se alguém quiser me servir, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo.” João 12:26.

A Vós, desejo a Paz, a Graça e o Amor de Nosso Senhor Jesus em todos os seus dias!

JONAS ENGOLIDO PELA BALEIA E SALVO PELA ABOBOREIRA
4.9 (98.61%) 201 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *