LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS – ANANIAS E SAFIRA UMA HISTÓRIA DE MEDO E OPRESSÃO
5 (100%) 7 votos
- NOVO TESTAMENTO, PROVOCAÇÕES

LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS – ANANIAS E SAFIRA UMA HISTÓRIA DE MEDO E OPRESSÃO

Atos dos apóstolos – Ananias e Safira. O Novo testamento É um livro de esperança, amor e fé, mas infelizmente também de radicalismos, opressão e exclusão, características estas que normalmente não percebemos quando lemos o texto. O Cristianismo surgiu entre os pobres, com ensinamentos de partilha, igualdade e aceitação, onde eram acolhidos os excluídos como viúvas, deficientes e órfãos. No livro de atos temos a narrativa de um costume belíssimo que surgiu entre os cristãos daquela comunidade. Os novos convertidos eram incentivados a a dividir seu dinheiro com os mais pobres em um ato de comunhão, fraternidade e amor ao próximo, verdadeiramente como ensinou Jesus “Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.” Atos 4:34,35.

Depois da Ascensão de Jesus, a comunidade foi se formando e nasceu a religião cristã e por conseguinte a igreja. Lamentavelmente ao passo que a igreja foi crescendo e se fortalecendo, Jesus, a contraponto, foi morrendo. Aconteceu que, vendo os apóstolos a submissão da comunidade à suas palavras, perceberam o poder de persuasão que exerciam sobre eles. Mas em toda a história da humanidade o poder sempre seduziu. Infelizmente o poder também seduziu a estes, e a maneira mas eficaz para manter o poder é gerar medo e opressão. Desta feita, também no livro de Atos existe um relato terrível  que mostra um começo de cristianismo cruel e cesarista. Nele encontra-se uma história triste de opressão dos apóstolos usando o nome de Jesus, a qual Cristo jamais aceitaria.

Segundo o texto havia um casal chamado Ananias e Safira, que também foram convencidos a vender tudo que tinham e doar para a igreja, mas decidiram esconder metade do dinheiro e dar somente metade aos apóstolos, que eram os líderes. Porém quando foram se apresentar a Pedro com a oferta foram desmascarados e o castigo dado a eles pela mentira foi a morte, primeiro o marido e depois a esposa “Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade? … E Ananias, ouvindo estas palavras, caiu e expirou. E um grande temor veio sobre todos os que isto ouviram.” Atos 5:3-5. Não devemos considerar este texto como literal, possivelmente foi só uma história criada pelos apóstolos para fortalecer seu poder. Mas se você conhece um pouco a Jesus sabe que Ele jamais tiraria a vida de uma pessoa por um motivo tão pequeno, aliás por motivo algum. Podemos pensar que Jesus, onde disse aos próprios apóstolos para não ajuntar dinheiro em nome de Deus quando os mandou ao mundo evangelizar, jamais concordaria com uma condenação tão cruel “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, Nem alforges para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordões; porque digno é o operário do seu alimento.” Mateus 10:8-10 Marcos 6:8,9 Lucas 9:3. Pelo contrário, Jesus não aceitaria este dinheiro de maneira alguma. Nosso Senhor deu ordem clara aos apóstolos para não juntar bens materiais, contudo depois que Jesus subiu ao céus, seus discípulos, tristemente, não fizeram como Ele havia pedido. E os apóstolos de hoje?

Representação da morte de Ananias, castigo por nao ter dado a oferta a igreja

Há outros exemplos de atitudes nada cristãs dos apóstolos também descritos no livro de atos. Como por exemplo quando eles se julgaram mais importantes que os outros por terem sido escolhidos por Nosso Senhor ou talvez por serem os líderes, e decidiram não mais servir e somente ser servidos “E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas … Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra. ” Atos 6:2-4, atitudes que em nada lembram a Cristo Nosso Senhor.  Jesus ainda, prevendo essas atitudes, disse e fez outra coisa: “Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Em verdade, em verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu Senhor, nem o enviado maior do que Aquele que o enviou.” João 13:14-16 Lucas 22:26,27. Jesus deixa claro que os lideres (pastores, padres, bispos, apóstolos) devem servir e não ser servidos, infelizmente isso não aconteceu com os apóstolos da época e também não acontece com os apóstolos de hoje.

Representação do momento em que Jesus lava os pes dos discipulos

Não quero aqui cometer nenhuma blasfêmia ou desrespeitar os apóstolos, que com sua fé e determinação espalharam a palavra de Jesus pelo mundo. Mas temos que entender que houve excessos, discriminação e opressão  sacerdotal, atitudes estas que Nosso Senhor repudiou e combateu com veemência em seu Evangelho ‘Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los;” Mateus 23:4 Marcos 12 : 38-40.

Infelizmente essas doutrinas apostólicas sobrepuseram a Verdade de Nosso Senhor Jesus e ainda hoje muitas denominações cristãs usam estes textos de opressão para subjugar e rapinar os  fieis em suas igrejas.

A Vós, desejo a Paz, a Graça e o Amor de Nosso Senhor Jesus em todos os seus dias!

LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS – ANANIAS E SAFIRA UMA HISTÓRIA DE MEDO E OPRESSÃO
5 (100%) 7 votos

1 comentário em “LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS – ANANIAS E SAFIRA UMA HISTÓRIA DE MEDO E OPRESSÃO

  1. Pra Deus o justo viverá pela fé, nesse caso aí Ananias caçou briga com o espírito santo e não com Deus ou Jesus. A blasfêmia contra Jesus tem perdão mas contra o espírito santo não tem.

Deixe uma resposta para Hugo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *